19/11/2014

Vampiro devora a própria filha

Imagem de conteúdo fictício apenas para ilustração.

Um morador de Papua-Nova Guiné descrito como um 'Vampiro' ou 'Zumbi' foi preso acusado de matar sua filha de 3 anos de idade após morder seu pescoço, comer a carne do corpo e beber seu sangue. A polícia investiga o caso, que aconteceu na última quarta-feira, como um ato de canibalismo. As informações são do site The Daily Star.

Uma das primeiras pessoas a observar a cena, o conselheiro local (cargo similar ao de vereador) John Kenny, descreveu o cenário. Ele afirmou ao PNG Post Courier que a menina, de três anos de idade, e a mãe dela foram visitar o pai, que em um momento pegou a menina e correu em direção a alguns arbustos na proximidade. A testemunha disse que o canibal trouxe a filha para perto de si, mordeu seu pescoço, comeu parte de seus músculos e bebeu o sangue da menina.

Dois garotos que subiam em uma árvore viram o suposto ataque e saíram correndo para alertar a população. O suposto "Vampiro" não teria ficado preocupado. "Ele simplesmente olhou para os garotos e em seguida retornou a devorar a carne e beber o sangue da filha", afirmou Kenny ao jornal. "Os meninos ficaram assustados e correram depressa para dar a notícia."

Quando pessoas chegaram para averiguar a situação, o homem teria jogado o corpo no mato e fugido do local antes de ser capturado.
Tribos locais preservam certos rituais antigos, em alguns casos, o canibalismoGetty Images

Papua-Nova Guiné é um país em crescimento mas ali ainda persistem práticas místicas primitivas que incluem a feitiçaria (ou magia negra) e, muitas vezes, prática de canibalismo.

FONTE: R7

Relatos de vampiros no Brasil

Encontrei tais relatos de vampiros no Brasil, um em minha cidade e outros dois em cidades que conheço e já visitei. É o seguinte não sei se esse relatos são reais, não encontro vestigos que provem, mais ta aí para quem se interessar em ver. Acho bem interessante.


Relatos Recentes

Enviado por Shirlei Massapust (org) Grupo Vampirevich do yahoogrupos


As Criaturas da Noite:

O seguinte relato foi enviado no fim da década de 90 por Vagner Cardoso, de Campinas/SP, a um amigo meu que mantém uma Home Page sobre ‘coisas estranhas’ e ‘fatos inexplicáveis’ chamada “Estronho e Esquésito” (os erros na grafia são propositais). O próprio Vagner deu ao seu relato o título ‘As Criaturas da Noite’:

*
*  *

«Isto aconteceu mais ou menos em 1969, um vizinho meu que era muito estranho, diziam que ele se chamava José Goé, tinha mais ou menos uns 97 anos. Tinha dois filhos que eram muito estranhos também e nunca saia de casa para nada, inclusive não sei o que comiam, pois não iam na padaria.
A única vez que os vi, os 3 estavam saindo de casa uma madrugada as 3:30 hs, eu estava chegando da noite e por acaso encontrei as figuras horripilantes. - no bairro eu conto mas eles duvidam de mim - Estavam com a boca suja de sangue e os olhos arregalados como se fossem verdadeiros zumbis. Não parei o carro e continuei seguindo em alta velocidade. Fiquei desnorteado ao ver aquilo e corri em direção a um posto policial que ficava mais ou menos a uns 3 Km do local.
Em uma certa travessa parei para fazer o cruzamento de uma avenida quando os 3 apareceram ao lado de meu carro no vidro (já estava longe deles. como chegaram até lá?!). Aí sim vi de perto, não podia acreditar no que via. Tinham presas iguais a de lobos, as quais deviam estar sedentas para sugar minha artéria. Disparei em alta velocidade e continuei o trajeto sem parar em lugar algum.
Quando cheguei no posto policial só havia um guarda, que me informou que haviam acabado de receber um chamado muito estranho de que tinham encontrado um rapaz morto sem nenhuma gota de sangue em seu corpo e que estava até transparente. Contei o fato que tinha acontecido comigo e ele hesitou em acreditar. Me acompanhou até minha casa e mostrei a casa do vizinho.
No outro dia foram fazer uma vistoria na casa e para minha surpresa e a de vocês, não havia ninguém e muito menos móveis e nem vestígios de que passou alguém por ali há muito tempo.
Quem seriam as terríveis criaturas com quem me deparei?»


Um vampiro em Cuesta de Botucatu:

            O seguinte relato foi enviado por Leo a lista dos moderadores do site Mundo Vampyr em 12 de Janeiro de 2001 contendo o título “suspeita estranha”:

*
*  *

«Tenho um jipe 72 no qual desfruto de trilhas diante a natureza. Moro em Bauru-SP (interior de São Paulo) aonde eu curso odontologia, nunca joguei nem tinha conhecimento de RPG por isso não sou um jogador fanático tentando fazer mala pra vocês.

Estava a uns 40mim de Botucatu aonde tem uma trilha Cuesta de Botucatu,mata serrada, resolvi desviar-me do grupo que não era muito grande (apenas 2 jipes). Por volta de 22:00 eu comecei a perceber movimentações estranhas não muito longe de nós, armado de uma espada Katana na qual carrego no jipe, meu parceiro de uma espingarda carabina fomos ao encontro do desconhecido barulho.
Seguindo a pé sem luz em mata fechada, era como se tivesse alguma coisa nos guiando, nos caçando, tipo cercando dava a impressão de estar sendo levado para uma armadilha. Foi quando chegamos perto de um tipo aquelas coisas que tem em cemitério, tipo uma casinha coberta com trepadeiras, cheirava a velório; foi quando meu amigo apontou a carabina pra uma pessoa suja, a qual estava no chão com um saco de plástico na mão aonde tinha carne crua, pedaços de carne vermelha que ele punha na boca enquanto o interrogávamos (‘o que ele estava fazendo ali?’, etc.);  pedaços que sangravam muito conforme ele falava e parecia que ele gostava mais ainda quando escorria pelo canto da boca. Foi então que pelo Radio da motorola aqueles Spirit (radio manual de polícia) de longo alcance recebemos o chamado do outro jipe, para que voltássemos o mais rápido possível que um dos amigos poderiam ter sofrido um acidente porque caiu dentro de um poço enquanto reconhecia terreno a pé. Mediante a este fato não viramos de costas para o cidadão sujo em momento algum, então enquanto caminhávamos voltado com os olhos para ele, até quando a visão alcançou e de repente varias gargalhadas como se houvessem umas 5 pessoas ao nosso redor e saíram todos correndo fazendo aquela algazarra pelo mato.»
 
O tesouro do Vampiro:

Em novembro de 2001 participei de uma discussão sobre os formatos de rostos na Pedra da Gávea na lista da Sobrenatural-HP. Lá fiquei conhecendo Roberto, um alpinista do Rio de Janeiro, que já ouvira muitas histórias insólitas envolvendo a pedra. Entre outras, ele contou a seguinte:

*
*  *

Mail (15/novembro/2001): «Vou te dizer sobre um caso, serio que aconteceu na rodovia dos bandeirantes. Eu sou praticante de artes marciais convicto, e a pouco tempo eu pratiquei uma arte marcial que tem influência dos monges yamabushis que tinham como religião o budismo oculto (que quase ninguém conhece). Meu ex-mestre é um cara extremamente sinistro no sentido literal, e certa vez eu o perguntei sobre vampiros. Eu lhe perguntei:
– Aí, mestre, vampiros existem “mermo” ou tu ta de sacanagem?
E ele respondeu:
– Existem, só que eles atacam mais no sapatinho... Não são tão sinistros assim.
E ele me contou a historia do seu amigo que certa vez estava em um bar e surgiu um assunto a respeito de um suposto tesouro espanhol enterrado na rodovia dos bandeirantes, que é protegido por um vampiro (outras versões é um ET); o cara não acreditou e foi lá ver, passou por uma igreja conforme o planejado, até chegar em uma casa meio gótica tomada por plantas do tipo Era sobre as paredes, janelas quebradas, e muito, mas muito velha mesmo. Quando o cara viu a casa se aproximou com seus amigos para ver e quase morreu de susto com o que aconteceu: De lá (da casa) saiu um bicho (não tinha aparência humana não...) dentuço e forte (seus caninos são os de um vampiro, porem vampiros são de aparência humana, eu acho). O cara começou a atirar porque ele já havia sido alertado desse bicho, mas não acreditava (mais se preveniu). Começou a atirar e o bicho correu atrás deles, mas eles fugiram...
Olha, a historia é longa e digitar é um saco, mas para você não pensar ‘esse cara é um mentiroso’, lá na rodovia tem uma favela no meio do mato, e muitas pessoas convivem com o bicho. Isso mesmo! Só que não é pacificamente não... Tem cara de mais ou menos 25 anos que mora lá que foi atacado, e tem uma cicatriz enorme nas costas... Como dito na Pedra da Gávea, para achar o bicho tem como se fosse um enigma, que são três pedras cortadas, isso ai cortadas perfeitamente como na Pedra da Gávea!»

01/11/2014

Elizabeth Báthory

Elizabeth Báthory tinha sangue azul, mas curtia ver o sangue vermelho jorrar. A húngara foi acusada de torturar e matar 80 garotas, com a ajuda de quatro pessoas. Mas registros indicam que 650 cabeças de jovens donzelas rolaram por causa da condessa.
Elizabeth nunca foi sequer julgada. Mas, em 1610, a condessa foi submetida a uma espécie de “prisão domiciliar” em um castelo na Eslováquia. E ficou lá até morrer, quatro anos mais tarde. Quer saber o pior? Tempos depois, foram encontrados textos que diziam com todas as letras que a condessa matava garotinhas porque – atenção! – gostava de se banhar no sangue de moças virgens para manter a sua juventude. Ai, se algumas celebridades brasileiras descobrirem esse segredo de beleza.
Fonte: http://www.sinistro.br22.com/

29/10/2014

Lilith

Lilith é o demónio feminino, mãe de demónios. Possuidora de grande beleza, é a concubina preferida de Lúcifer, (uma das suas 5 esposas, a preferida delas), e possui o título de rainha do Inferno. Lilith é um Succubus – ver Succubus – e consorte do demónio Samael.
Lilith é na verdade a primeira mulher de Adão, a primeira mulher criada por Deus e que antecedeu Eva. Contudo ao contrário de Eva que foi criada a partir da costela de Adão, e que por isso era obediente, Lilith foi gerada em pé de igualdade com Adão, e por isso revelava traços de grande independência, o que desagradou ao seu esposo humano. Lilith era também livre e lasciva, sendo que se recusava a sujeitar sexualmente a Adão, ou sequer e submeter á sua suposta superioridade, ( Lilith recusava-se a ficar debaixo de Adão durante o coito, sendo que Adão não aceitava essa posição de inferioridade do macho ), o que muito desagradava ao primeiro homem. Por assim ser, Lilith abandonou o Paraíso e fugiu para o Mar Vermelho, onde conheceu e manteve relações com diversos demónios. Ao perceber que a sua esposa tinha fugido, Adão queixou-se

Bate Papo Clube Dos Vampiros

Mais postagens